Ray Caesar
Não interessa aos libertários saber quantos são, pois nas suas hostes não se recrutam agentes do poder e muito menos se atribuem números aos militantes. (carlos fonseca)

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Estou a tornar-me masculina?

Nunca me apeteceu tanto estar calada e não responder.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Têm cadeira ou querem que leve?

Quanto tempo mais?

Ninguém me marcou a hora

Não percebo porque espero...

poema

Vivo uma vida adiada para data não marcada.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Esquecimento

Fico sempre com dores de cabeça quando não me apetece pensar.
Dá resultado.

sábado, 26 de novembro de 2011

Porque terá sido?

A minha filha abriu-me uma conta num site de que ela gosta muito. O nick que me deu foi: "milhões de pessoas".

Liberdade poética

Vomito o homem que amei. O homem que escolhi para parir.
O meu corpo revolta-se em espasmos que desconheço e a noite vem ao meio dia fazendo com que os pássaros se percam no voo de regresso.
Não o conheço e pergunto-me se alguma vez o conheci sem ser no ato do sexo.
Contido sem surpresas, trivial, senhorial. Próprio do que é e do que quer que seja o amor. Procurava o prazer. Eu.
E, domável, ele lá estava. Quando eu dizia sim. Quando eu dizia não. E era bom. O sexo.
O problema foi o não. Os homens são adversos à rejeição.
Obviamente, não sei nada sobre o amor entre mulheres e homens. Ou sobre o ódio. Ou sobre a morte.
Sobre a vida sei muito. Até já sei demais.

(Desabafo de joaninha versus escaravelho)

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Repeat

FODA-SE!
Roubaram-me o direito ao sonho...

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

"ando às aranhas"

Conjunto de sentimentos diários, persistentes e angustiosos que implicam falta de orientação.
(expressão utilizada pelo meu pai e sentida por mim - acho que desde sempre)

Espaço 1999

Já não sei se falo mentira e penso verdade se vice-versa.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Porno grafia

‎Lena Berardo - C.F., fiz agora a cena que me enviaste para o email. Em vez de "ócio" li "o cio". Achas que isto revela qualquer coisa? :|
Gosto · · há 15 minutos

C.F. e I.F. gostam disto.

C.F. - Revela que estás mesmo nas últimas, amiga. Cum catane!
há 13 minutos · Não gosto · 1 pessoa

Lena Berardo - Nem sequer posso dizer: "tou piiiiiiiiiiiiiiii"!!! :|
há 11 minutos · Gosto · 1 pessoa

Acho que até são dois...

Tenho um síndrome "pato-lógico".

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Tempo onde o dia se torna noite

Tive sempre dificuldade em lidar com esta hora do dia.
Provavelmente porque não sei se é dia ou se é noite e eu não me dou nada bem com a dúvida.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Lotação esgotada

Alguém sabe onde se vendem bilhetes para a felicidade?
(quero dois, se faz favor)

Saldos

Troco o conteúdo da minha cabeça.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Será que afinal em vez de coração é um fígado cheio de fel?

a inspiração de um poeta está num coração dorido.
O meu anda tão martelado e continuo sem conseguir fazer poesia...

Mais coisa menos coisa....

As minhas luzes duram uma média de 4 semanas.

sábado, 27 de agosto de 2011

I am the sun

A semi-inconsciência pode acabar no acordar ou no adormecer.

domingo, 14 de agosto de 2011

Só me falta o caixote de papelão


Não sei porque me indicam caminhos se nenhum deles tem saída.

sábado, 13 de agosto de 2011

Electric dreams

Porque é que a química entre as pessoas dá faísca?
Não devia ser na física?

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

É cá um consolo... :|

Não estou só na solidão.

Vinte e três

Era, era, era, no tempo da era, quatro malteses mataram uma rês. Depois d´ela morta ficaram vinte e três.

Livro de instruções: é para contar pelos dedos.

Poing

Gosto de brincar com a vida. Ela às vezes também brinca comigo.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Estarei (en)curral(ada) ou no meio da selva?

À minha volta só há ruas sem sentido.

Paz de Alma

Comecei hoje treinos de boxe.
Para relaxar...

domingo, 7 de agosto de 2011

Post it

Não me posso esquecer de pagar a renda.

Verdade ou consequência?

Fui expulsa da casa.
Sou um sem abrigo ou faço parte de um reality show?

sábado, 30 de julho de 2011

domingo, 10 de julho de 2011

Vou acender o candeeiro

Tenho o coração preto.
A alma turva.

sábado, 9 de julho de 2011

Goodbye Maria Ivone

Dizer adeus não é fácil.
Já despedir-se mexe com a conta bancária.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Deu-me p´ra isto...

Aprendi hoje o significado de melancolia.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Sossego

Fui correr.
Vim para casa e deixei a alma lá fora.

domingo, 3 de julho de 2011

Sem comentários

Sufoco

Rebenta-me o peito de nada.

Ser ou não ser, eis a questão - iii

Se me fosse permitido um desejo desejava ser nada no eu.

E agora o que faço?

Estou cheia de vontade de não fazer nada.

sábado, 2 de julho de 2011

domingo, 19 de junho de 2011

Ser ou não ser, eis a questão - ii

Se me fosse permitido um desejo, desejava ser tudo num nada.

sábado, 11 de junho de 2011

Sabedoria chinesa sem resposta a perguntas existenciais simples

"Não desdenhes da serpente que ela pode transformar-se num dragão."
Eu sou dragão. Que me pode acontecer?
Transformo-me em joaninha?

segunda-feira, 6 de junho de 2011

joaninha versus escaravelho

A normalidade sufoca-me.

Ser ou não ser, eis a questão - i

Se me fosse permitido um desejo desejava poder ser eu em tudo.

Ah que prazer!

...Ter um livro para ler e não o fazer.

Ser ou não ser, eis a questão

Deixo-me levar ou ponho os pés no chão?

sábado, 28 de maio de 2011

Estou só na sala

Rebenta-me o peito de gente!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Assim parece

O coração também deve ter aquela propriedade regenerativa do fígado.
Pelo menos o meu. :)

sábado, 21 de maio de 2011

Milnomes

Se tiver mais alguma filha ou filho chamo-lhe Milnomes.
Assim será alguém que nunca postará nada anónimo.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Descobri a lógica da batata

Quanto mais fecho as portas aos sentidos menos os sinto.

Sou tão boa a resistir à tentação

Tenho dias em que sinto vontade de sair de casa.
Mal me levanto do sofá vou vestir o pijama.

Depende da hora do dia

Todos os dias morro.
Todos os dias renasço.

(PS. Acho que o blogger fez estragos. Além das etiquetas estragadas também apagou post´s e etiquetas? Ou estou a confundir-me com o outro blog?)

sábado, 14 de maio de 2011

Eu e a mania da justiça...

Por ter feito o que devia tenho um peso na consciência.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Acho que vou continuar antissocial

Ando a pensar em ter uma relação, mas há tanto tipo de relações que não sei de que tipo hei-de escolher.

Estarei grávida?

Só de pensar que vou estar perto de certas pessoas fico enjoada.
Será um fenómeno psicossomático?

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Não é comigo que querem falar. De certeza... :|

Recebo telefonemas e mensagens anónimas várias vezes por dia.
Se eu não sei de mim como conseguem os outros encontrar-me?

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Open eyes

Vai dormir que o teu mal é sono!
(a minha mãe e o meu pai diziam-me isto constantemente)

quinta-feira, 28 de abril de 2011

A traição da dislexia

No post abaixo em vez de "alma" escrevi "lama".
Em mim, uma e outra coisa são o mesmo.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

A consciência pavorosa da métrica e da poesia

É nas cores
Desbotadas de tanto uso
Nas pinturas do cinzento coração
(Que bate por simples hábito
Já sem saber por que o faz)
Que voo com os meus olhos
Cegos pela tristeza
Direitinha à ilusão

("Peguei em flores de trevo e pintei meu sonho de amarelo")
- A autora desta frase não se importaria nada que eu a copiasse para aqui. Quanto ao poema... peço desculpa mas isto é o que me vai agora mesmo na lama.

Nota muito importante: gosto cada vez mais de preto estando o roxo a perder o seu lugar de destaque. Sim, porque aquela cena da ilusão não passa disso mesmo.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Abriu janelas onde nem paredes havia

(Sérgio Godinho acerca de Zeca Afonso)

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Caminho

Deixei-me partir e fiquei
Perdida do que quis
E no que sei

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Preciso

Gastei-o?

Não sei onde deixei o meu sorriso...

Poesia

Nunca entendi a expressão "chorar copiosamente".
Mesmo após tê-lo feito continuo sem perceber.

Sou filha de uma deusa menor

Ainda gostava de saber quem é a deusa ou o deus que anda para aqui a comandar a minha vida...
Quero ter uma conversinha com eles.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Mergulho secreto



Sinto-me a imiscuir neste emaranhado de cores...

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Oh Happy Day! Oh oh oh oh....

Há dias de manhã que um gajo à tarde é melhor não sair de casa à noite nem levantar-se de madrugada.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Dia de hoje ou seja a vida segundo João de Deus

Hoje o cabelo está encaracolado.
Eu estou muda.
(um dia hei-de perceber esta relação...)

terça-feira, 12 de abril de 2011

Over Me - Tricky

Ou coiso

Tenho o cabelo ondulado. Um ondulado rebelde que vira nunca se sabe para onde.
Hoje reparei que uso o cabelo esticado ou deixo-o secar à vontade consoante o meu estado de espírito. Ou mental. Ou psicológico.
Hoje está ondulado rebelde, tipo sem ver pente ou escova. Mas apanhado. Preso. Seguro.
Posso dizer que me sinto pelos cabelos.

Tempo de vida útil

I´m alive e de boa saúde.
Digo eu.
Com os nervos.

Dúvida existencial

Qual será o equilíbrio de alguém que pesa 45kg?

Há por aqui alguém Balança?

Seria ao signo que ele se referia?

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Regeneração

O coração tem propriedades que desconhecia.

domingo, 10 de abril de 2011

Hmmmm

Precisas de equílibrio, dizia-me ele. E continua: Eu sei que o mais difícil no ser humano deve ser encontrar o equilíbrio, mas tu tens que o encontrar... se não...

Ando a ficar desalinhada

De andar há demasiado tempo na linha caí num dos buracos feitos pelo uso que lhe dei. À linha.

sábado, 9 de abril de 2011

Noções

Tempo... espaço... tempo... espaço...
Já não sei bem o que é isso...

domingo, 13 de março de 2011

Porque raio não falo, então, bem o inglês???

Já são duas vezes que me dizem que sou "uma pessoa do mundo".

Aqui estudam-se vectores

Estou deslocada no tempo e no espaço.

A convicção da dúvida

A falta que me fazes e nem sei se existes...

(Título dedicado a Hugo Nofx)

sábado, 5 de março de 2011

E provavelmente não foi só do meu...

Ontem matei um bocadinho da parte inferior direita do meu coração.

Sinto-o.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Monotonia instalada

Levanto-me. Trabalho. Como(pouco). Convivo. Convivo. Convivo. Durmo.
(Também tomo banho. Nada de sustos...) :|